Cogepe - Coordenação Geral de Gestão de Pessoas

O que há de mais importante na Fiocruz Adicionar o RSS

Foto: Roberto Sena

Roberto Sena

Em 1976, ele entrou no Laboratório de Esquistossomose do Centro de Pesquisa René Rachou, unidade técnico-científica da Fiocruz localizada em Minas Gerais, de onde foi também diretor. Em 2005, assumiu a direção do Centro de Pesquisa Leônidas e Maria Deane, unidade voltada para a produção e o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação em saúde, integrados ao conhecimento cultural na Amazônia, mediante ações de pesquisa e ensino nas áreas da sócio e biodiversidade local.

Como está sendo a experiência de dirigir essa unidade da Fiocruz tão peculiar e importante?

Tenho aprendido muito aqui no CPqLMD. Somos uma unidade nova, pequena que está se estruturando para poder cumprir plenamente sua missão de produzir conhecimento, formar recursos humanos tanto para o serviço de saúde quanto para a pesquisa e prestar assessoria técnico-científica para o SUS, aqui na Amazônia - região tão peculiar. Tenho tido apoio da Presidência, dos colegas das outras Unidades da Fiocruz, o que tem facilitado minha tarefa. O apoio e a participação do grupo do CPqLMD tem contribuído muito para a consolidação desta Unidade. Tem sido uma experiência muito rica.

Qual a importância dessa unidade para melhoria da saúde pública brasileira?

A Fiocruz tem um papel importantíssimo na Amazônia. Apesar de rica na sua biodiversidade, sua produção científica é incipiente, porém promissora. O número de doutores ainda é muito pequeno. Podemos contribuir tanto na formação de doutores quanto na produção de conhecimento científico voltados para a região. Num primeiro momento, a parceria com as outras Unidades da Fiocruz é fundamental. Além disso, vimos  fortalecendo as instituições de C&T na  região amazônica, através do Acordo Multilateral, que foi firmado em 2003.

A sua produção científica é mais voltada para que área?

Publiquei mais de 70 artigos sobre esquistossomose. Epidemiologia, controle e quimioterapia são os temas com os quais mais trabalhei. Tive a oportunidade de fazer a avaliação terapêutica inicial, junto com o Dr. Naftale Katz, da ação das drogas que hoje são utilizadas na rotina o oxamniquine e o praziquantel.

Como viu a escolha do novo ministro da Saúde?

Penso que a Fiocruz que sempre teve um papel de liderança na discussão da política de saúde para o país e que  tem a grande responsabilidade, nesse momento, com um ministro que é do seu quadro (José Gomes Temporão), de tornar realidade o sonho de termos um SUS que atenda efetivamente e dê respostas aos problemas da população.

Entrevista publicada em 04.05.2007 - Foto: Comunicação CpqLMD

Comentários (2)

Tem alguma história, um depoimento sobre Roberto Sena? Cadastre-se e compartilhe! Se já for cadastrado faça o login.


Sem foto em 10.09.2007 às 15:47

Dr. Roberto Sena é um extraordinário diretor, inclusive com carisma ao liderar grupos de trabalho. Felicidades!!!

Sem foto Joseane Maria da Silvaem 10.08.2010 às 11:18
N/A

Tive a honra de trabalhar com Dr. Roberto Sena em Minas Gerais. Pessoa simples sempre com um sorriso nos corredores por onde passava. Abraços Dr. Roberto e obrigada

Fundação Oswaldo Cruz - Coordenação Geral de Gestão de Pessoas Av. Brasil, 4365 - Pavilhão Figueiredo de Vasconcelos/ Sala 215 Manguinhos - Rio de Janeiro - RJ CEP: 21040-360 Tel: (21) 3836-2200/ Fax: (21) 3836-2180

Ver mapa