Cogepe - Coordenação Geral de Gestão de Pessoas

O que há de mais importante na Fiocruz Adicionar o RSS

Foto: Joel Coutinho Teodoro

Joel Coutinho Teodoro

O chefe do Serviço de Recursos Humanos do Cecal, Joel Coutinho Teodoro, completou dez anos de Fiocruz em agosto. Ele fala, nessa entrevista, sobre a capacitação do corpo técnico da unidade e destaca iniciativas que transmitem conhecimento, como a capacitação in company.

Há quantos anos está na Fiocruz?
Estou na instituição há pouco mais de dez anos.

Já atuou em outras unidades?
Não. Entrei na Fiocruz para trabalhar no Cecal e aqui estou.

Qual a sua formação?
Sou administrador de empresas, com especialização em RH, pela Ensp.

Um dos destaques do Cecal é a capacitação de seu corpo técnico. Fale um pouco sobre essa política de RH.
Apesar da escassez de recursos financeiros e orçamentários, o corpo técnico do Cecal tem se capacitado freqüentemente. Isso tem sido possível, graças à política de transmissão de conhecimento adotada na unidade. É bom lembrar que o Cecal publicou em 2002, pela Editora Fiocruz, um dos mais completos livros sobre criação e experimentação animal do mundo. No entanto, se os nossos "transmissores de conhecimento" não se capacitarem, não evoluirem na obtenção de novos conhecimentos, a tendência dessa difusão de conhecimento é se esgotar ou se tornar inócua. Para evitar esse esgotamento, adotamos como política viabilizar a participação dos nossos profissionais em eventos de capacitação em suas áreas de atuação. Obviamente que, com a chegada de novos servidores, a fonte de conhecimento se renova, pois eles trazem novos conhecimentos e experiências.

Quais são as modalidades de capacitação usadas pelo Cecal?
O Cecal aderiu definitivamente à realização de eventos de capacitação in company, modalidade em que, com a contratação de apenas um profissional ou evento, se capacita um número maior de profissionais por evento. Com essa política, é possível oferecer oportunidade de capacitação aos profissionais da área de gestão, antiga carência do Cecal. Além disso, há capacitações fora da Fiocruz.

Quais são suas metas como responsável pelo SRH do Cecal?
A principal meta é, com o apoio da Diretoria do Cecal, captar e capacitar profissionais para desenvolverem as diversas atividades de gestão da unidade, tendo em vista o fato de o Cecal ser uma unidade ainda em estruturação e que não dispõe, em sua plenitude, destes profissionais.

Quais experiências mais marcantes na instituição?
A experiência mais marcante foi e é participar do processo institucional de descentralização da gestão. Trabalhei durante 12 anos em outra instituição federal, com gestores com os quais ainda mantenho contato e a eles tenho falado desta experiência, tentando, de certa forma, incentivá-los a pensarem sobre a sua implantação nessas instituições.

O que significa a Fiocruz para você?

É inegável que, por ser a Fiocruz uma instituição de primeira linha no cenário nacional, tenho orgulho de pertencer ao seu quadro de profissionais.

Entrevista publicada em 23.09.2008 - Foto: Comunicação/Direh

Fundação Oswaldo Cruz - Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas

Av. Brasil, 4365 - Pavilhão Figueiredo de Vasconcelos/ Sala 215 Manguinhos - Rio de Janeiro - RJ CEP: 21040-360

Tel: (21) 3836-2200/ Fax: (21) 3836-2180

Ver mapa