Cogepe - Coordenação Geral de Gestão de Pessoas

O que há de mais importante na Fiocruz Adicionar o RSS

Foto: Isabel Aparecida Mendes

Isabel Aparecida Mendes

Espaço de integração entre ciência, cultura e sociedade, o Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz tem por objetivo informar e educar em ciência, saúde e tecnologia de forma lúdica e criativa, através de exposições permanentes, atividades interativas, multimídias, teatro, vídeo e laboratórios. Por se situar no campus da Fiocruz, no Rio de Janeiro, uma imensa área verde em meio a uma região densamente habitada, abrigando comunidades carentes e um grande número de escolas públicas, funciona como um pólo de lazer, cultura e educação. Nesse espaço, Isabel Aparecida Mendes trabalha com vários projetos de Educação em Ciência e forma jovens monitores para museus.

Qual sua formação?

Sou educadora, formada em Pedagogia.

Como ingressou na Fiocruz e há quantos anos?

Candidatei-me como pedagoga para produzir Multimídias Educativos no Espaço de Biomedicina do Museu da Vida. Passei por processo de entrevista, e em abril de 1997 fui contratada como Mediadora.

Que atividades exerce atualmente?

Desde novembro de 2004 trabalho no Serviço de Educação em Ciências e Saúde do Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz, onde atuo na Formação e Capacitação de Mediadores para o Museu da Vida. E também no Planejamento, Desenvolvimento, Coordenação e Orientação Pedagógica, além de coordenar o Curso de Formação de Monitores para Museus e Centros de Ciência, desde Setembro de 1999.
Ainda coordeno a implantação do projeto Avicênia - Gestão por Competências, que tem o apoio da Vice-Pres.de Desenv. Institucional e Gestão de Trabalho e Diretoria de Recursos Humanos, com o patrocínio da OI FUTURO, desde janeiro de 2006, entre outras atividades.

O que o curso para monitores do Museu representou na sua vida profissional e pessoal?

Uma realização pessoal e profissional porque consegui reunir em um só trabalho minhas atividades político ideológicas, e meus objetivos profissionais. Participo de trabalhos voluntários comunitários desde 1980.

Como vê essa oportunidade oferecida pela Fiocruz?

Eu vejo como um excelente desempenho social desta instituição, pois além dos trabalhos reconhecidos pela sociedade voltados para a Saúde, a Fiocruz desenvolve centenas de projetos que consolidam a Integralidade na Promoção da Saúde, Ciência, Educação e Cidadania.

Quantos jovens já passaram pelo curso?

Temos 132 Monitores formados. Atualmente são: 24 alunos da VI turma (2006) em fase de Estágio Iniciação Profissional que se formarão em dezembro de 2007. E mais 29 alunos da VII (2007) turma em período de aprofundamento dos conteúdos específicos dos espaços temáticos do Museu da Vida. Em 2008 passarão a atender o público visitante e em dezembro/2008 se formam.

Que tipo de atividades eles realizam?

No período do Curso de Formação de Monitores participam de diversas oficinas, palestras e aulas-passeio a outros Museus e Centros de Ciência. Oficinas distribuídas em Semanas temáticas tais como: Bio-Parque, Atividades Lúdicas para Divulgação Científica e Semana Conceitual - Mediação em Museus. Apresentam o trabalho oral - Meu Bairro Saudável. E ainda, participam do Ciclo de Oficinas e Debates: Saúde e Cidadania, e Curso de Primeiros Socorros - parceria com o Núcleo de Saúde do Trabalhador/Diretoria de Recursos Humanos. Mais os eventos: Fiocruz pra Você, Paixão de Ler e Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Apresentam o trabalho sobre Saúde e Cidadania, para os alunos que estão ingressando no Curso. Participam do Curso de Inclusão Digital - parceria com a Diretoria de Recursos Humanos e Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Semana de Informação Profissional - Feira de Profissões e da Formatura.

Qual o perfil desses jovens?

Os jovens estão cursando o ensino médio da rede pública, têm idade de 16 a 21 anos e são moradores dos Complexos vizinhos à Fiocruz, no Rio de Janeiro, tais como: Complexo de Manguinhos, Maré e Alemão. Estes territórios estão localizados em áreas de vulnerabilidade social com baixo Índice de Desenvolvimento Humano-IDH. Observamos que os cursos oferecidos desde 1999, atendem à demanda de jovens que convivem com poucas oportunidades.

Essa oportunidade oferecida pela Fiocruz é um sucesso...

Dos 132 monitores formados, 55 ingressaram em universidades públicas e particulares, dentre os quais 10 já estão graduados, e 88 ex-alunos inseridos no mercado de trabalho. E ainda só temos o registro de 10 ex-alunos sem nenhum contato.
O ex-monitor da I turma Jean Maciel é graduado em Arquivologia e atua no Departamento de Arquivo e Documentação da COC. Em 2005, sua redação foi premiada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). O texto faz parte da coletânea 'Escrevendo a paz', que reúne cem redações de universitários brasileiros. E Jean foi um dos dez estudantes a apresentar o livro na sede da instituição, em Paris. A ex-monitora Anna Karla I turma, é graduada em Biblioteconomia e faz parte da equipe do Parque da Ciência do Museu da Vida.
As ex-monitoras da II e IV Turmas atualmente são bolsistas pró-gestão do Projeto Avicênia-Gestão por Competência e participam da equipe de coordenação do Programa de Qualificação de Monitores e Mediadores do Museu da Vida. Por meio do Projeto Avicênia-Gestão por Competência realizamos contatos com alunos e ex-alunos indicando cursos de pré-vestibular comunitários, inscrição para o vestibular, e encaminhamos para oportunidades e para o mercado de trabalho.

O que é a Fiocruz pra você?

Uma instituição de pesquisa, que visa ações de promoção da saúde conectadas com o desenvolvimento sustentável, e realiza ações sociais de grande relevância. Enfim, uma instituição que tem como missão, avanços nas áreas científicas, tecnológicas, e é comprometida com a qualidade de vida de toda a sociedade.

Entrevista publicada em 24.09.2007 - Foto: Ana Limp/CCS

Fundação Oswaldo Cruz - Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas

Av. Brasil, 4365 - Pavilhão Figueiredo de Vasconcelos/ Sala 215 Manguinhos - Rio de Janeiro - RJ CEP: 21040-360

Tel: (21) 3836-2200/ Fax: (21) 3836-2180

Ver mapa